sábado, 27 de março de 2010

Afinal, quando nos sentimos satisfeitos?


E quando enfim nos sentimos felizes? Alguém bem no meio de tudo sentiu-se satisfeito?

Será que somos nós que mudamos o tempo ou é o tempo que nos muda?


Alguém desistiu de buscar não sei o que, não sei aonde? Alguém bem no meio de tudo, parou de se questionar?


Sempre insatisfeitos! O amor não é o suficiente, mesmo que pareça perfeito, o dinheiro não é bastante, mesmo que seja o suficiente, as pessoas nunca são suficientemente boas, mesmo que todas tenham algum defeito, e todos temos. Afinal! Alguém no meio de tudo, quis parar? alguém se sentiu satisfeito no meio de tudo?

As buscas intermináveis se justificam realmente pelo seu fim ou pelo seu meio? Será que não seria o prazer da luta e do desassossego que é exactamente a paz que buscamos sentir?

E aquela quantia em dinheiro que aumenta mais a cada vez que em que se chega ao estipulado? Será que queremos apenas muito dinheiro?

Será que só existe um amor? E as pessoas?! Quando elas serão perfeitas? E quando será o momento certo?

Afinal, quando estamos satisfeitos?

2 comentários:

karisia disse...

Me sinto assim ...

o texto lindo excelente como sempre =DD

lenuzia disse...

A vida é maravilhosa se não se tem medo dela.